Notícias



PECUÁRIA LEITEIRA: EXPOAGRO É SINÔNIMO DE RECORDES E DE DISPUTAS COM ANIMAIS DE ALTO VALOR GENÉTICO

O município de Franca (SP) é considerado o “Berço do Gir no Brasil”, disputando o título com Uberaba (MG) e Barretos (SP), graças ao trabalho e investimento de criadores locais, como o Tenente Continentino Jacinto e o casal Júlio Batista da Costa e Dona Honorina Lemos. Até hoje, o trabalho desenvolvido pelo casal Julinho e Honorina na Fazenda Santa Gema reflete no alto valor zootécnico dos animais da Fazenda Paraíso, comandada com esmero pela criadora francana Maria Tereza Lemos Costa Bittar, filha do casal.


Na década de 70 do século passado, a região de Franca (SP) foi uma das principais bacias leiteiras do Brasil, graças às várias fazendas leiteiras instaladas em Franca (SP), Pedregulho (SP), Patrocínio Paulista (SP) e São José da Bela Vista (SP), com ênfase na raça Holandesa.


Esta característica foi primordial para o estímulo na formação e expansão de uma nova raça na pecuária leiteira: a Raça Girolando, fruto do cruzamento entre o Gir e o Holandês.


Infelizmente, graças às conjunturas de mercado e ao custo da terra no Estado de São Paulo, a produção leiteira na região de Franca diminuiu sobremaneira. Contudo, não diminuiu sua importância.


E, mais uma vez, é na pista de julgamento do Parque de Exposições “Fernando Costa” e nos Concursos Leiteiros organizados na EXPOAGRO, em Franca (SP), que o valor zootécnico dos animais produzidos nas principais regiões produtoras de leite de todo o Brasil é avaliado.


Assim, todos os anos, no mês de maio, durante a EXPOAGRO e sob a supervisão dos coordenadores da ABCGIL – Associação Brasileira dos Criadores da Raça Gir Leiteiro e da GIROLANDO - Associação Brasileira de Criadores de Girolando, que o Mundo volta os olhos para Franca (SP), palco de grandes recordes mundiais nas duas raças.


PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO – Além da tradição, história e comprometimento de criadores e expositores de gado leiteiro, ao longo de mais de 70 anos de EXPOAGRO, é extremamente importante dar créditos também à equipe organizadora da exposição.


Sob o comando da Secretária de Desenvolvimento, Flávia Lancha, uma equipe de profissionais altamente competente traça o planejamento e organização de todas as atividades relacionadas à exposição agropecuária.


Paulo Roberto Ferreira Pinto, médico veterinário do Município e atuante na organização da EXPOAGRO há 27 anos, é um expoente na exposição. Em parceria com a equipe de trabalho da Associação dos Produtores Rurais do Paiolzinho, Paulinho - como é conhecido - é o responsável pelo contato direto com todas as associações brasileiras de criadores, para homologar a EXPOAGRO junto às mesmas. Ao mesmo tempo, também compete ao Paulinho a missão de convidar os criadores e expositores de todas as raças que participam da exposição.


“Eu sempre falo. Uma exposição começa quando termina a outra. E, se a exposição deste ano foi boa, se nossa equipe trabalhou direitinho, se manteve a nossa tradição de bom atendimento, de bom acolhimento, de dar toda a atenção que o criador, que o expositor, que o tratador, que o peão merece, eu tenho plena certeza que a exposição do próximo ano será melhor ainda. Com a participação de mais animais, de mais expositores”, afirmou Paulo Roberto Ferreira Pinto.


Luís Otávio Figueiredo Barros, engenheiro agrônomo e Diretor de Agronegócios da Secretaria de Desenvolvimento, explica que o trabalho da equipe responsável pela organização da EXPOAGRO é de ano a ano. “Precisamos oficializar a exposição de cada raça. Porque, sem ranqueamento, a exposição não será reconhecida, não terá pontuação válida e nem os recordes serão oficializados. Sem isto, o expositor não se interessa em vir a Franca. Precisamos antecipar esta oficialização. E, também, precisamos garantir vaga de data no calendário oficial de cada associação. Assim, garantimos a presença de bons jurados e, consequentemente, dos melhores criadores”, disse Luís Otávio.


Em uma exposição agropecuária, todas estas etapas são importantes. Porém, a captação de animais é considerada a mais importante. “O que adianta ter uma estrutura bem organizada, mídia bem organizada, jurados já definidos se você não tem o criador e os animais que participarão da exposição. É um trabalho diário, de ligações telefônicas e envio de e-mails, além da viagem e participação em outras exposições, como Passos (MG), Araxá (MG), Altinópolis (SP) e Uberaba (MG), levando em nossas mãos o nome da EXPOAGRO e o nome de Franca (SP). Nestas visitas, apresentamos os diferenciais de nossa exposição, convidamos os criadores e tratadores. Tudo isto tudo começa bem antes do evento propriamente dito”, explicou Paulo Ferreira.


Para o médico veterinário, a tarefa mais importante de toda a equipe organizadora é receber, com a maior atenção e carinho possível, o criador, o expositor, o tratador, o peão, o motorista, enfim, toda a equipe de cada fazenda que se dispõe a vir a Franca para participar da EXPOAGRO. “Considero isto o nosso maior diferencial. Você nunca convida alguém para vir a sua casa e não o tratas da melhor forma. A Expoagro de Franca é maravilhosa”, disse Paulinho.


E ele tem razão. A partir da realização de uma exposição, se ela for bem organizada, o evento passa a ser avaliado pelas associações de criadores, como palco para exposições com maior número de animais e com expressão de âmbito intercontinental ou internacional.


Hoje, com a experiência que a equipe possui e com o reconhecimento destas associações, a cidade de Franca (SP) pode muito bem recepcionar Exposições Nacionais das mais variadas raças. “Como já tivemos aqui em Franca, por duas ocasiões, a Nacional do Cavalo Mangalarga. Na EXPOAGRO deste ano, teremos a Interamericana do Cavalo Árabe. E por todo o bom trabalho desenvolvido anteriormente, estamos concorrendo com outros municípios para a realização da InterLáctea, a maior exposição oficializada do País e que reúne todas as raças bovinas leiteiras em um único espaço”, finalizou.


MELHOR EXPOSIÇÃO DO GIR LEITEIRO – Toda esta organização e planejamento da Comissão Organizadora reflete não somente para com os criadores, expositores, tratadores e motoristas, os efetivos participantes da exposição. Mas também na própria Associação Brasileira de Criadores.


Anualmente, em cada exposição, cada associação faz uma enquete com todos os criadores, expositores, tratadores, peões, jurados e coordenadores da exposição. Cada um deles responde um questionário com perguntas sobre temas específicos, como segurança; limpeza; banheiros; estrutura; recepção e outros temas que, no final, contribuem para uma boa qualidade da exposição. De acordo com as notas de todas as exposições, o trabalho da equipe é avaliado.


E neste quesito, no tocante à Exposição e nos Torneios Leiteiros da Raça Gir Leiteiro, a EXPOAGRO de Franca (SP) está muito bem avaliada. Por dois anos consecutivos (2016 e 2015) a ABCGIL – Associação Brasileira dos Criadores de Gado Gir Leiteiro classificou e premiou a EXPOAGRO de Franca (SP) como a melhor exposição de Gado Gir Leiteiro do Brasil.


Outro prêmio conquistado em 2016 – graças principalmente ao trabalho de toda equipe organizadora – a EXPOAGRO de Franca (SP) foi a exposição nacional com o maior número de animais Gir Leiteiro em exposições organizadas e ranqueadas pela ABCGIL. “Mesmo sendo organizada pela ABCZ – Associação Brasileira dos Criadores de Zebu – só perdemos para a exposição de Gir Leiteiro na EXPOZEBU por 10 animais”, afirmou Paulo Roberto Ferreira Pinto, médico veterinário do Município de Franca e membro da Comissão Organizadora da EXPOAGRO.

 

(FOTO LEGENDA: Médico Veterinário Paulo Roberto Ferreira Pinto - CRÉDITOS: Carlos Arantes Corrêa)


INFORMAÇÕES:

Telefone (16) 3724-7080

Site: www.expoagrodefranca.com.br

Facebook: www.facebook.com/expoagrodefranca

Instagram: www.instagram.com/expoagrodefranca



Voltar